Big Chop: os prós e os contras

Sempre que me perguntam sobre a transição capilar, o que mais me questionam é “qual é a hora certa para fazer o big chop?“. Embora não exista uma única resposta para essa pergunta, minha resposta oficial é sempre a mesma: a hora certa é aquela que você acredita que está pronta para encarar o mundo sem químicas.

Aliás, para quem não sabe, o big chop é um corte comum para as pessoas que passam pela transição capilar, porque ele corta fora toda a parte do cabelo que possui algum processamento químico, seja por alisamentos, relaxamentos, ou tinturas. Há muita gente que, para se livrar logo da textura do cabelo com química, apela para o “grande corte”.

Como decidir se é a hora de fazer o Big Chop?

Depois que você decidiu que é a hora de parar de usar produtos químicos no seu cabelo, é hora de decidir como você vai se livrar da parte alisada, relaxada, ou pintada. Durante a transição, são dois caminhos para buscar um cabelo totalmente natural: cortar aos poucos as pontas do fio, para manter o comprimento, ou se jogar no big chop, que é o corte mais dramático.

Antes de decidir, dá uma olhada nos prós e contras de um corte drástico do cabelo:

Os pontos positivos

Existem alguns pontos positivos para quem deseja fazer o big chop:

Uma única textura para lidar

Quando você faz o big chop, você instantaneamente tem apenas uma textura de cabelo para se preocupar. E se você está passando pela transição, sabe o quanto é difícil ter que lidar com a parte com química e a parte natural ao mesmo tempo.

Acabam-se as preocupações com a chuva ou o mar

Se você tinha cabelo alisado, sabe o quanto é chato ter que lidar com a umidade do ar, especialmente em dias de chuva. É um corre-corre para não molhar o cabelo e estragar a escova.

Com o cabelo natural, não há esse problema, porque a água não estraga o penteado e ainda deixa os fios hidratados. Outro ponto positivo é que você vai poder molhar a cabeça e nadar a qualquer momento, o que é bastante libertador depois que você passa anos tendo que planejar cada banho de mar ou piscina.

Cuidados facilitados

Os cabelos curtos exigem menos tempo de dedicação e cuidados: sua rotina de penteado pode ser encurtada, quando comparada com os cuidados com um cabelo mais comprido. A hora da lavagem também será mais curta e simples, já que com o cabelo mais curto, você perderá menos tempo desembaraçando os fios.

É claro que os cuidados com um cabelo natural exigem tempo, mas você vai ver que se colocar na ponta do lápis, o tempo de dedicação ao cabelo natural pós big chop é menor do que o tempo que você usava para o processo secagem + chapinha + penteado, por exemplo.

Os pontos negativos

Apesar dos muitos pontos positivos, o Big Chop também tem os seus contras:

Tempo de adaptação

Nem todo mundo se adapta facilmente ao cabelo curto e isso pode gerar alguns conflitos de auto estima. De qualquer forma, tudo é questão de tempo. Cabelo cresce, e você pode se surpreender com as vantagens de possuir um cabelo curto. Vai que ele combina com você…

Opções restritas de penteado

Há quem reclame que o cabelo curto não possui muitas opções de penteado.  Mas se você parar pra pensar, não é como se a gente fizesse um penteado por dia… Na verdade, a gente escolhe aquele que é mais fácil, ou é nossa marca, e usamos ele até cansar.

Além disso, opinião pessoal aqui: eu acho que o cabelo crespo, mesmo o curto, tem muitas opções de penteado. A não ser que você tenha raspado, nesse caso, não tem jeito. De qualquer forma, você pode aproveitar a fase para experimentar com maquiagens e acessórios, e variar o visual brincando um pouco com isso.

Comentários não solicitados de outras pessoas

Depois que optei pela transição capilar, notei uma coisa: ninguém respeita o cabelo crespo. Todo mundo quer tocar ou dar uma opinião não solicitada sobre ele. E nem sempre os comentários são positivos. Minha dica aqui é que você se mantenha positiva, e focada em sua decisão, já que o cabelo é seu e você é linda de qualquer forma. Ignore os haters, trabalhe a sua auto-estima, e lembre-se que você pode fazer o que quiser com a própria cabeça.

Hora de tomar a decisão

Como tudo na vida, o Big Chop também tem seus prós e contras. Mas acredito que se você está na dúvida, e quer um empurrãozinho na hora de optar pelo corte, aqui vai o meu: se joga! Aprender a cuidar do próprio cabelo é sempre uma experiencia enriquecedora!

E você? Em qual fase da transição está? Já decidiu sobre o corte? Conta nos comentários!

Leia Também:
Stephanie Pereira

Stephanie Pereira

She is just a girl, and she's on fire.

Deixe um comentário