Cabelos afros: como cuidar corretamente?

cabelo afro

A pergunta que eu mais recebo por e-mail ou aqui no blog é uma bem simples: “Stephanie, eu tenho cabelos afros: como cuidar?“.  A dúvida surge muitas vezes porque no meio de tanta informação na internet, nem sempre é fácil saber quais dicas são verdadeiras, e quais não são. Por isso, resolvi escrever esse post para responder definitivamente esta pergunta.

E como cada tipo de cabelo tem sua particularidade, com o cabelo afro não é diferente. Aliás, os cuidados com os fios crespos exigem ainda mais atenção especialmente porque eles têm uma tendência a serem mais ressecados. Mas deixa eu te contar um segredo: não importa se está entrançado, em sua textura natural, ou com o fio alterado por químicas., o seus fios são sempre lindos se estão saudáveis.

Mas afinal, como manter meu cabelo afro saudável? Vou te contar agora!

Cabelo crespo: o guia completo sobre cuidados do cabelo afro

Quando você decide prestar atenção nos cuidados com o seu cabelo afro, a maior coisa que você precisa ter em mente é a hidratação e os cuidados diários. É que um cabelo hidratado vai ser forte, macio e fácil de lidar. E sim, os cuidados serão diários, mas os resultados, muito duradouros.

Separei as melhores dicas de cuidados com o seu cabelo afro aqui:

1 – Evite lavar o cabelo excessivamente

Já falei diversas vezes por aqui que os cabelos crespos e afros têm uma tendência a serem mais ressecados que os outros tipos de fios por conta do seu formato em espiral que dificulta a chegada do óleo natural produzido pela raiz do cabelo até as pontas. E é por conta disso que eu sempre recomendo que se você tem cabelo afro, você deve cuidar com o número de lavagens.  Quanto mais você lava o cabelo, mais retira a oleosidade natural do fio, contribuindo para o ressecamento do cabelo. O ideal é tentar entender o que funciona melhor para você, mas sempre recomendo que as lavagens sejam feitas em dias alternados, ou com intervalos maiores, podendo chegar até a cada sete dias.

2 – Experimente técnicas de Low-Poo

Já ouviu falar em co-wash? Em resumo, a técnica consiste em substituir o shampoo por condicionador na hora da lavagem. Se você tem cabelo crespo, pode experimente lavar o cabelo só com condicionador porque isso irá ajudar a mantê-lo hidratado. Particularmente, eu sempre sugiro que você alterne os dias da lavagem, optando por um shampoo hidratante em um dia e pela lavagem apenas com condicionador em outro.

Leia também: É possível limpar o cabelo sem shampoo?

Outra dica dentro desta dica é que você use condicionadores que tenham óleos essenciais leves em sua composição. Estes óleos  são mais facilmente absorvidos pelo cabelo e vão deixar seus fios mais brilhantes.

3 – Use produtos específicos para cabelo crespos

Aliás, essa é outra dica essencial. Os cabelos afros exigem cuidados e ingredientes específicos para se manter saudável. Por isso, evite usar produtos que não foram criados (nem testados) para o seu tipo de cabelo.

4 – Use ativador de cachos

Aliás, o ativador de cachos é o seu melhor amigo se você deseja fios modelados e com o volume controlado. Isso porque ele elimina o frizz após o banho e deixa seus fios mais macios e maleáveis. Existem opções de ativadores de cachos em spray que são perfeitos para revitalizar os cachos no dia seguinte.

5 – Use leave-in

Para quem não entende a função do leave-in, ele basicamente cria uma camada em torno do fio e evita que o cabelo entre em contato com a umidade dos ambientes externos e forme frizz. Ele é ideal para ser usado após o banho.

6 – Evite produtos com sulfatos

Já falei aqui no blog também, mas vale repetir: os sulfatos são ingredientes presentes em shampoos e são agentes de limpeza extremamente abrasivos que agridem o fio e costumam deixar os cabelos muitos ressecados. Procure nos rótulos de embalagem de shampoos, e se o sulfato estiver presente, evite.

Leia também: Como escolher um shampoo para cabelo natural?

7 – Faça Hidratações Semanais

A hidratação é importante para repor a umidade dos fios dos cabelos afros. Intensifique a hidratação com cremes duas vezes ao mês, ou mesmo uma vez por semana.

Leia também: Por que a hidratação é importante?

8 – Experimente técnicas de Umectação com Óleos Naturais

A umectação nada mais é do que uma técnica para repor a oleosidade no comprimento do fio. Você pode fazer com uma periodicidade definida ( como semanalmente), ou toda vez que você perceber que os fios estão ressecados e opacos.

9 – Hidrate as pontas do seu cabelo

Aliás, uma parte do seu cabelo afro que merece muita atenção é a ponta. Uma dia que eu tenho é usar algum óleo natural leve e de sua preferência, como o de coco, para hidratar as pontas quando você perceber que elas estão ressecadas. Isso evita que o cabelo fique seco, dá mais brilho e previne pontas duplas.

10 – Apare as pontas do seu cabelo afro

Até o cabelo mais bem cuidado corre o risco de ter pontas duplas. Então, tenha sempre uma atenção especial e olhe as pontas para ver se elas estão com o problema de pontas duplas. Sempre que possível, apare os fios com problemas.

11 – Tome cuidado ao lavar os cabelos

Shampoo na raiz e condicionador nas pontas. Leva essa regrinha pra vida que é sucesso! Quando você aplica o shampoo na raiz, você está limpando o seu couro cabeludo para que ele não fique com resíduos. Durante o enxague, o produto que resta e percorre o restante dos fios é suficiente para limpá-lo. Já o condicionador deve ser aplicado nas pontas do cabelo para que ele não fique acumulado na raiz do cabelo (que já é naturalmente mais hidratada por conta da produção de óleos naturais do couro cabeludo).

12 – Tome cuidado ao desembaraçar os fios

Sempre desembarace seus fios com eles ainda úmidos. Pentear os fios secos contribui para que o cabelo fique volumoso e com cachos indefinidos. Além disso, ele pode formar nós mais difíceis de serem desembaraçados. Portanto, evite pentear os seus cachos com o cabelo seco.

Leia também: Como desembaraçar seu cabelo afro?

13 – Seque o seu cabelo afro com tecidos de algodão

Esfregar a toalha para secar seus fios pode deixar seus cabelos ressecados e desalinhados. O ideal é que você use uma toalha de microfibra ou uma camiseta de algodão para esta tarefa.

14 – Durma com fronhas de seda

A seda é o tecido que vai gerar o menor atrito entre seus fios, e por conta disso, vai gerar menos frizz e quebras. A fibra de algodão costuma ser mais grossa e áspera, e o leve atrito com elas é suficiente para deixar o cabelo embaraçado, com nós, quebradiço e sem brilho.

Leia também: Tem cabelo afro? Durma com lenços ou fronhas de seda

15 – Prenda os cabelos para dormir

Uma boa forma de evitar que o cabelo amasse, embarace, quebre, ou se danifique durante o sono é dormir com ele preso. Você pode optar pelo famoso coque abacaxi, que eu particularmente acho que é a melhor opção.

16 – Não durma com os cabelos molhados

Dormir com os cabelos ainda úmidos tem uma série de desvantagens, mas vou resumir algumas delas: o excesso de umidade provoca alterações no PH natural do seu couro cabeludo, podendo aumentar ou diminuir a produção de óleos naturais na raiz do seu cabelo. Por conta dessas alterações, o seu fio pode ficar mais frágil e propenso à quebra e à oleosidade. A umidade também facilita a proliferação de fungos e bactérias causadoras da caspa.

17 – Evite usar modeladores de calor

A chapinha, o secador, ou o baby liss (que são os modeladores de calor mais comuns) não fazem mal aos fios se usados com cuidado. Mas é importante lembrar que o calor danifica sim os cabelo, porque resseca a estrutura do fio. Se você tem cabelo afro, evite.

18 – Vai usar um modelador de calor? Não esqueça do protetor térmico

O protetor térmico é o que garante que o calor da chapinha ou secador vai passar pelo seu cabelo afro, e o seu fio vai permanecer hidratado sem grandes danos.

19 – Evite penteados muito apertados por longos períodos de tempo

Se você ainda não aprendeu isso, por favor, leia com atenção: penteados muito apertados podem aumentar a sensibilidade dos cabelos, especialmente da raiz, deixando o fio mais frágil e propenso à queda. Se você puxa demais os cabelos para fazer um penteado e pretende mantê-lo por um longo período de tempo, saiba que você pode prejudicar muito o seu fio, e até mesmo, provocar um dano chamado alopecia por tração (que é a queda dos fios em determinada área da cabeça).

Leia também: 4 dicas para cuidar da linha frontal dos cabelos

20 – Dê um descanso para o seu cabelo. Deixe o cabelo natural às vezes por algumas semanas.

Tá usando peruca? Fez tranças box braids? Está usando algum outro estilo de proteção por um período prolongado? Se a resposta for sim para qualquer uma dessas perguntas, meu conselho é que você dê um tempo de descanso para os seus fios. Fique uma semana sem usar extensões de cabelo, perucas, ou box braids. Esse respiro é essencial para que o seu cabelo permaneça saudável.

21 – Proteja a raiz do seu cabelo

A força do seu cabelo vem da raiz dele. Portanto, esta parte do fio merece a sua atenção. Faça massagens no couro cabeludo, lave seu cabelo adequadamente, trate dermatites ou outros problemas que você notar e por aí vai.

22 – Aprenda técnicas de texturização e finalização

O seu cabelo afro pode ser muito versátil, especialmente se você conhece muitas técnicas de finalização. Você pode apostar em cachos definidos, com frizz, com pouco ou muito volume, com ondas largas ou pequenas… Todos esses efeitos podem ser obtidos por diferentes técnicas de finalização. Conheça e use-as!

23 – Se você tem o cabelo quimicamente tratado, preste atenção aos cuidados específicos para ele

O cabelo afro quimicamente tratado só permanece saudável se você seguir passos importantes. Além de todos esses que já comentei aqui, que servem para crespos naturais ou não, vale dar uma olhada em outras dicas para cabelos quimicamente tratados saudáveis.

24 – Tem cabelo quimicamente tratado, e quer voltar aos cachos? Encare a transição capilar!

A transição capilar é aquela jornada que homens e mulheres passam para voltar à estrutura natural do fio. Se é o seu caso, saiba que a transição é um processo lindo e pode ser encarado com bastante facilidade. Aliás, compartilhei como está sendo minha experiência aqui.

E essas são as dicas para um cuidar do seu cabelo afro.

Gostaram? Tem alguma outra experiência pra compartilhar? Deixa aqui nos comentários!

 

 

 

Você vai gostar de ler também...

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *