Entenda o ciclo do crescimento do cabelo

Eu sei que “crescimento do cabelo” é, sem dúvida, um dos assuntos que você mais pesquisa por aí, especialmente se você deseja entrar em uma jornada para que o seu cabelo seja mais saudável. Isso me fez trazer o assunto aqui para o blog de uma forma mais aprofundada, mostrando todas as fases do crescimento de um fio novo.

Até porque, se você pretende tomar atitudes para que o seu cabelo cresça saudável, tudo fica mais fácil quando você entende de fato como os fios novos crescem, e as etapas deste ciclo. O assunto é fácil e nada chato e eu juro, não custa dar uma olhada! Vamos lá?

Entenda o ciclo do crescimento do cabelo:

O ciclo de crescimento de um fio consiste em três fases: a fase de crescimento (anágena), a fase de transição (catágena) e a fase de repouso (telógena). Cada fio que a gente tem na cabeça tem o seu próprio ciclo de crescimento, e por isso, está em alguma destas fases.

A gente perde cerca de 80 a 100 fios de cabelo por dia, e para que a gente tenha sempre bastante cabelo na cabeça, aproximadamente 85% dos fios sempre estão na fase de crescimento.  E pra você entender um pouco mais sobre cada uma das etapas do ciclo de crescimento do cabelo, vou explicá-las com detalhes:

1. Fase Anágena:

Como eu mencionei, esta é a chamada “fase de crescimento”, um período em que as células de dentro da papila capilar estão se dividindo e formando novas fibras de cabelo. Isso acontece continuamente, ou, em outras palavras, as células que formam o fio estão bem ativas. Quanto mais o cabelo permanece nesta fase, mais ele cresce. E esta fase pode durar até seis anos em qualquer pessoa, porém, é determinada por genética.

2. Fase catágena:

Esta é conhecida como “fase de transição” e é a fase em que o cabelo se separa da papila dermática, se soltando da raiz e emergindo no couro cabeludo. Em outras palavras, é a fase em que os fiozinhos estão “saindo” do seu couro cabeludo. Esta fase dura no máximo duas semanas.

3. Fase telogênica:

Finalmente, a “fase de repouso”, onde o folículo piloso fica dormente e cai para dar espaço a um novo fio. Isso pode durar de 1 a 4 meses. Pra deixar mais claro: nessa fase, o cabelo cai para que um novo fio nasça. Cerca de 10-15% do cabelo em nossa cabeça está nesta fase. Parece muito, mas é algo natural. E como eu disse antes, para que haja cabelo suficiente em uma cabeça, aproximadamente 85% dos fios sempre estão sempre na fase de crescimento (anágena).

E este é o ciclo de vida de um fio de cabelo. Se o cabelo não sofrer quebras ou cortes, ele pode crescer uma média de 1 centímetro por mês, ou seja, em uma pessoa comum, o crescimento pode chegar em 12 centímetros por ano. A medida pode variar, de pessoa para pessoa, e é claro, existem vários fatores que afetam no crescimento de um cabelo.

Como fica a relação entre o crescimento e a queda de cabelos?

Bom, a queda de cabelos (ou o eflúvio telógeno, se você prefere termos difíceis) acontece quando  o equilíbrio natural do ciclo de crescimento do cabelo é interrompido e a fase telógena (a de repouso) predomina.

Pra não ficarmos só com termos técnicos, a queda de cabelo acontece quando o cabelo não cresce numa velocidade suficiente, e a fase em que os fios ficam dormentes e caem dura mais tempo do que se espera. Isso faz com que haja um excesso de queda.

Ela pode ser causada por diferentes fatores, desde os físicos (como desnutrição, por exemplo) e até estresses emocionais. Se você está enfrentando a queda de cabelo, saiba que conhecer a fonte do problema para tratá-lo é a melhor forma de solucioná-lo. Se o seu cabelo está passando por uma fase de queda, por favor, procura um dermatologista, ok? Vou falar de dois tipos de quedas de cabelo bem conhecidos!

Os tipos de queda de cabelo mais conhecidos:

  • Alopecia Androgenética – Esse é o nome difícil para a queda de cabelo mais comum que conhecemos! A alopecia androgenética (AGA), ou calvície de padrão masculino, é queda de cabelo nas têmporas e coroa da cabeça em homens e  na região central da cabeça em mulheres. Isso acontece porque os hormônios andrógenos presentes nesta área costumam encurtar a fase anágena do fio, levando a uma gradual queda de cabelo. O tratamento costuma variar, mas num geral, envolve a terapia hormonal para diminuir androgénios produzidos nestas áreas.
  • Alopecia Areata – A alopecia areata é a perda de cabelo completo em uma área localizada; no entanto, esta pode estender-se a todo o couro cabeludo e em outras regiões do corpo. Suas causas são desconhecidas, portanto, trata de se consultar com um médico para mais informações.

Existem outros fatores que podem provocar a queda de cabelos: alergias dérmicas, químicas mal feitas, penteados, etc. Se você está notando uma maior queda nos fios de seu cabelo, de novo, vai o alerta: consulte um especialista.

O que acharam do post? Já sabiam mais sobre o ciclo do crescimento do cabelo? Conta pra mim nos comentários!

Veja também: Entenda os Tipos de Quedas de Cabelo

Stephanie Pereira

Stephanie Pereira

She is just a girl, and she's on fire.

1 comentário

Deixe um comentário