Penteados de proteção de cabelo: o que são e quais você deveria adotar

A maioria das pessoas com cabelos afros (sejam crespos naturais ou não) já sabem que manter a cabeleira saudável é um desafio constante. Felizmente, os penteados de proteção do cabelo, também conhecidos como penteados protetores ou estilos de proteção podem ser bons aliados na hora de combater as pontas duplas e a quebra dos fios mais frágeis.

Penteados de proteção (ou penteados protetores) são aqueles em que, de alguma forma, o cabelo não está sendo usado solto. Os fios geralmente estão selados com algum tipo de hidratante e “escondidos” no próprio penteado. Muitas mulheres têm dificuldades em alcançar um cabelo longo, ou com o comprimento desejado, porque enfrentam  a quebra  durante o manuseio. Os penteados protetores ajudam a sanar esse problema, porque eles guardam as pontas dos cabelos das condições do tempo (clima muito seco, por exemplo) e do atrito criado a partir das roupas e do manuseio.

Não bastasse isso, os estilos de proteção exigem pouca manipulação do cabelo, o que evita que você tenha que penteá-lo constantemente, e consequentemente, evita a ruptura dos fios durante os processos de escovação e desembaraçamento. Os estilos mais populares são as tranças, torções, coques altos, extensões de cabelo e perucas, embora existam outros.

A melhor parte de você adotar um estilo de proteção é que ele pode ser instalado com qualquer cumprimento de cabelo. Além disso, se você tem uma vida agitada, você pode optar por estes estilos por que eles têm baixa necessidade de manutenção e você ainda tem a vantagem de ter um cabelo bonito sem ter que gastar muito tempo arrumando-o. Outra vantagem é que eles podem ser decorados com acessórios para o cabelo, assim como o cabelo solto.  Você pode, por exemplo, decorar seus coques com tiaras, ou fazer suas tranças com extensões de cabelos coloridas.

Seja para ajudar a manter o crescimento, para ter um estilo prático ou para mudar o visual, você tem no estilo de proteção um poderoso aliado na hora de deixar o seu cabelo saudável.

5 penteados de proteção que você pode experimentar:

1- Box Braids

box braid

Você provavelmente já usou alguma vez na vida. Seja recentemente, ou quando ainda criança,  sua mãe te colocava em algum lugar e começava a entrançar o seu cabelo até você sair dali linda como uma rainha. :)

Nostalgia deixada de lado, as Box Braids são incríveis porque além de lindas, elas têm bastante longevidade. Você pode optar por fazê-las utilizando extensões de cabelo, ou apenas com os seus próprios fios. E se você tomar os devidos cuidados,  a box braid pode durar até 3 meses. Incrível, não é?

Algumas dicas:
– Cuidado para não deixar a trança muito apertada na raiz do fio, preste atenção no seu couro cabeludo. Se você faz a trança muito apertada, corre o risco de desenvolver alopecia por tração, e você definitivamente não quer isso. Tenha em mente que você não deve sentir dor ou ter dores de cabeça depois de instalar as suas tranças, ok?
– Se você não tem segurança de fazer sozinha em casa, procure um profissional qualificado para te ajudar.

Leia também: 8 dicas para manter as suas box braids

2 – Twists

twist

Twists são as chamadas “torções”, ou “mini-torções”, e são uma ótima opção de penteado protetor porque são considerados opções de baixa tensão. Isso quer dizer que até as crianças podem usar este estilo, sem qualquer dano ou agressão ao cabelo. São lindíssimos, e se bem feitos, podem criar belos penteados. Existem vários tipos de twists, então, você terá várias opções de técnicas para criá-lo, e produtos para mantê-lo. Ele é um dos meus estilos de proteção do cabelo favoritos.

Algumas dicas:
– Se o seu cabelo é um tipo 4, você pode usar óleos mais pesados ou gel para manter o cabelo no lugar e segurar a definição. Se o  seu cabelo é do tipo 3, é melhore usar menos produtos. Conheça o seu tipo de cabelo.
–  Sempre refaça as regiões do seu cabelo onde estão mais fáceis de desembaraçar e resolver a torção.
– Só lave o cabelo se você sabe que ele não se embaraça facilmente. Isto porque, os twists tendem a embaraçar facilmente quando molhados.
– Lembre-se que a lavagem é uma opção: se você hidrata diariamente, não tem problema esperar para lavar o cabelo só quando você vai desmanchar os twists.

3 – Weaves ou Alongamentos de tela

weave

No Brasil as Weaves são conhecidas como alongamento de “tela”. É um estilo de proteção bem versátil: nele, o seu próprio cabelo é entrançado, e extensões são costuradas sobrepostas a ele. Na verdade, o cabelo não necessariamente precisa ser costurado, ele costuma ser costurado na trança nagô, mas pode ser instalado por meio de alongamentos tictac, e pode ser colado em uma touca (cap) , o que  é uma maneira bem interessante de construir wigs personalizadas.

Apesar de ser um estilo de proteção, se não cuidadas, as weaves podem causar danos ao cabelo. Esse estilo também pode causar alopecia por tração, e de novo, você não quer isso. Quando feitas corretamente, elas podem ajudar a manter um crescimento saudável, protegendo o seu cabelo da manipulação excessiva e das consequentes quebras diárias.

Algumas dicas:
– Cuide do seu próprio cabelo. Antes de instalar, faça hidratações profundas nos fios.
– Não deixe a weave por muito tempo. O ideal é refazer a manutenção entre 4 e 8 semanas desde a instalação. Antes de reinstalá-la, é importante também deixar o seu cabelo natural descansar por um intervalo de 1 semana, fazendo hidratações nesse período.
– Cuide do cabelo da sua extensão. Mantenha-o desembaraçado e saudável, hidrate usando óleos naturais ou condicionador, mas não exagere no uso dos produtos.

4 – Cornrows ou tranças raiz

trança raiz. Fonte: Pinterest

As tranças raiz são bastante versáteis e as opções de instalação são incontáveis, o que significa inúmeros penteados  protetores diferentes. Você pode se divertir fazendo diferentes desenhos, e ainda pode finalizar o penteado com coques. Como os outros estilos de proteção, elas são bastante práticas, e depois de instaladas, exigem pouca manipulação dos fios.

Algumas dicas:
– Não faça tranças muito apertadas para não prejudicar o couro cabeludo. Tente não fazê-las muito pequenas também.
– Você pode optar por deixar as pontas dos seus cabelos soltas, é um jeito bonito de terminar o penteado, e estilizar o cabelo.
– Lavar as tranças ou não só depende de você. De qualquer forma, vale dizer que elas tendem a ganhar frizz quando lavadas.

5 – Wigs

patricia bright hair

São as conhecidas “perucas”, e têm como um dos maiores benefícios a sua facilidade de instalação. Para colocar uma wig, uma lace wigs ou uma lace front, é só entrançar o seu cabelo natural, colocar a peruca e pronto. Deve ser por isso que é o estilo preferido de famosas como a Beyoncé.

beyoncxe_weave
Semelhante à Weave, as wigs também são alternativas interessantes para quem está cuidando do crescimento do cabelo, porque enquanto você desfila por aí com um cabelo diferente, os seus fios naturais estão ali embaixo, entrançados e protegidos.

Algumas dicas:
– Antes de comprar uma wig de cabelo humano, talvez seja interessante comprar uma de cabelo sintético, que tende a ser mais barata, e você pode experimentar e saber se vai se acostumar com ela.
– Cuide dos cabelos da sua wig como se eles fossem os seus.
– Mais importante, lembre-se de cuidar também do seu próprio cabelo, mantendo-o hidratado.
– Tire a sua wig de tempos em tempos, para dar um descanso para o seu cabelo natural, e para que seu couro cabeludo possa respirar.

O que acharam do post? Vocês também usam estilos de proteção? Qual é o seu preferido? Comente e compartilhe!

Você vai gostar de ler também...

11 Comentários

  1. Negaaa adoro todos os seus posts!
    Coloquei box braids não faz nem uma semana, e eu optei por não cortar as pontas da trança como a maioria faz, deixei elas lisas, assim o cabelo fica maior. Eu posso fazer escovas nessas pontas? Como cuido delas?
    Aguardo resposta, beijão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *