Transição capilar: como voltar para a textura natural do seu cabelo?

Por muito tempo o cabelo liso foi o padrão de beleza mais aceitado, e por conta disso, um montão de mulheres passaram a alisar os fios para se adequar a esse padrão. Com o passar do tempo, várias mulheres passaram a questionar o motivo pelo qual estavam alisando o próprio cabelo e decidiram que era o momento de retomar suas raízes e voltar a assumir a textura natural do cabelo através da transição capilar.

O que é transição capilar?

Como muita gente sabe, a transição capilar nada mais é do que retornar ao estado de textura natural do cabelo depois de um período em que ele foi quimicamente tratado. Bem simples, não é? :-)

Bom, durante a transição, você deve ficar um período de semanas ou meses para que o cabelo natural cresça. Depois, as extremidades do cabelo vão ser cortadas para que a textura natural possa ser assumida.

O processo de transição costuma exigir um pouco de paciência principalmente porque você vai ter  que encontrar alguns penteados para o período ( já que o cabelo vai estar com ambas as texturas  – a quimicamente tratada e a natural). Por conta disso, há quem prefira voltar para a textura natural do cabelo com o big chop, sem esperar um período de transição. No entanto, você há de concordar que a transição capilar é uma opção bem menos dramática.

Leia também:  10 coisas que você precisa ter por perto no dia e depois do seu Big Chop

É fácil transicionar o cabelo para a sua textura natural?

Depende.

Se você tem paciência, está disposta a aprender sobre o seu novo crescimento e a explorar as várias possibilidades de estilo que um cabelo natural pode ter, então, sua transição tem tudo para ser bem tranquila. Mas não dá pra negar que um montão de gente tem dificuldade em lidar com as diferentes texturas no período da transição.

Vai ser dramático? Depende. Vai ser fácil? Como eu já disse, depende. Mas não é surpresa nenhuma que algumas mulheres ficam ansiosas e frustradas durante o tempo de transição e acabam decidindo que vão voltar a relaxar os fios. Se esse é o seu caso, bom, você não precisa se condenar: essa atitude é mais comum do que parece.

E afinal, como sobreviver a transição de cabelo?

A melhor alternativa para sobreviver a transição capilar até o fim é aprender a lidar com duas texturas em um cabelo, especialmente ao escolher penteados que misturam o seu lado “liso e cacheado”.  A dica é  optar sempre por dar destaque ao seu lado crespo porque esta atitude coloca menos estresse em seu cabelo como um todo e te ajuda a começar a aprender tudo sobre os seus fios completamente naturais.

Chegar ao fim da transição capilar exige muita paciência. É importante ler muito sobre o assunto e filtrar o que se aplica ao seu caso. Mas em geral, a transição dos seus fios para a textura natural vai ser bem mais fácil se você encontrar alguns estilos ou penteados fáceis durante a jornada. E é importante aceitar a sua textura natural em meio a tudo isso.

Pausa para uma dica:  vale ler também A melhor forma de entender seu cabelo afro

Eu só posso transicionar se o meu cabelo for quimicamente tratado?

Na verdade, essa uma boa pergunta. Entendo que a maioria das mulheres têm um cabelo relaxado ou alisado e desejam voltar para a textura natural. No entanto, algumas mulheres nunca fizeram um alisamento por produtos químicos e ainda assim não lembram de como é a textura real dos seus fios já que usam secadores e chapinhas de forma contínua.

Bom, as chapinhas, os secadores e os baby liss também danificam o cabelo: ao longo do tempo, o excesso resulta em um fio de textura mais fina. Por isso, quem sempre usou chapinha há anos também podem fazer a transição para um estado completamente natural.

Quanto tempo dura a transição capilar?

Não existe uma regra para responder essa pergunta. Mas existe uma dica: se você está decidindo que vai fazer a transição capilar, considerar algum tipo de período é uma boa ideia. Você não precisa seguir a risca, mas é mais fácil seguir em frente quando você tem um plano. Por exemplo: se você decide que vai transicionar por 6 meses antes de cortar o cabelo, vai ser mais fácil rebater os pensamentos de desistência; você sempre vi poder pensar “poxa, falta pouco. Já são quase 6 meses”.

Resumindo: começar com um plano te ajuda a chegar no final dele.

Para encerrar a transição, a única alternativa é o big chop?

Bom, você pode se cansar de tentar misturar ou disfarçar suas várias texturas de cabelo e cortar tudo de uma só vez: o chamado “big chop”. Mas há quem consiga ficar anos sem tratar o cabelo quimicamente aparando pequenas quantidades das pontas de cada vez. Aliás, esse é um jeito de manter o comprimento do fio.

A transição de cabelo não é igual para todo mundo. Há quem ache a jornada positiva, há quem fique frustada  no meio do caminho. Mas vale lembrar daquele mantra: você é suficiente! Lisa, crespa, transicionando, careca, cabeluda: você sempre pode encontrar novas formas de se sentir bem com o espelho. E daqui vou sempre mandar vibrações positivas para que você sempre se sinta linda – não importa o que tiver na cabeça! ♥

Stephanie Pereira

Stephanie Pereira

She is just a girl, and she's on fire.

2 Comentários

Deixe um comentário