A solidão da mulher negra

Neste post, iremos abordar um tema extremamente importante e presente na nossa realidade: a solidão da mulher negra.

A solidão da mulher negra

É de suma importância relembrar que embora o grupo feminino tenha ganhado muito espaço em todos os grupos sociais, ainda temos que falar sobre algo que está presente na nossa contemporaneidade: a solidão da mulher negra.

É extremamente cansativo trazer essa discussão à tona, porque é uma pauta que vêm sendo discutida a muito tempo e muita coisa ainda não mudou.

20200308 161534 0000 1024x1024 6587903 1664259

É preciso deixar claro que a solidão da mulher negra não se resume ao fato dela possuir ou não um namorado ou um marido e isso é justificável pelo racismo ainda muito presente e evidente em nossa sociedade.

Existe um processo histórico que desumaniza a mulher negra, um sujeito que não é digno de ser amado, a mulher negra é historicamente é objetifica e hiper sexualizada desde o período colonial. Ou seja, a solidão da mulher negra está diretamente ligada ao fato da mulher negra não estar relacionada ao simbolo de beleza.

Para nós negros, não devemos nos acostumar e nem aceitar essas condições, devemos impor o que queremos e devemos nos impor a sermos inseridos em todos os locais nessa sociedade, pois através da representatividade, iremos alcançar muitas novas conquistas em busca de igualdade.

Além disso, também é preciso ajuda do grupo negro masculino a refletirem seus conceitos, pois muitos consideram mulheres negras fora do padrão de beleza e que também não são mulheres para constituir uma família. Isso não é culpa do homem negro, e sim da construção social que foi enraizada em nosso gosto social, sendo assim, é preciso que a massa negra masculina se conscientize disso e reveja os seus conceitos. Vale lembrar que isso não significa que relacionamento interracial seja errado.

Até a próxima!

Para não ficar apenas nas minhas palavras, vou deixar entrevistas de duas personalidades negras do Brasil que são muito inspiradoras:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.