Black music: soul

Olá gente, tudo bem com vocês? Dando continuidade a nossa série de textos sobre black music hoje falaremos de soul, um dos gêneros mais populares do século passado.

O que é a soul music?

Soul music é um gênero musical bastante popular que se originou da comunidade Afro-Americana nos anos 1960, popularizando-se ainda mais e ganhando várias ramificações nos anos 1970.

A soul music é conhecida especialmente por ser bastante dançante em sua aparição original, devido principalmente a combinar elementos da black gospel music, R&B e jazz.

De onde vem o termo “soul”?

Durante os anos 1950, o termo “soul” era bastante utilizado nos Estados Unidos (pelo negros) em forma de adjetivo para se referenciar a cultura afro. Esse uso está bastante relacionado à movimentos sociais que giravam em torno de direito civis em uma época em que o apartheid americano ainda era realidade.

O termo “soul” era bastante utilizado em muitos elementos da cultura negra, como o modo de se vestir chamado “soul fashion” e até a culinária diferenciada produzida nos guetos e bairros negros no geral, as “soul foods”. Por isso, durante algum tempo, “soul music” era utilizado para denominar qualquer tipo de música negra, seja blues, jazz, spirituals americanos e etc.

Como surgiu o soul?

O soul, como um consenso, surgiu da mescla de alguns ritmos já existentes, todos eles pertencentes a cultura afro-americana: a black gospel music, o R&B (rhythm and blues, uma versão mais “elétrica” do blues, que mais tarde deu origem ao rock’n roll) e o jazz.

James Brown, um dos mais influentes músicos de soul

Uma das diferenças mais marcantes entre a black gospel music e a música gospel já reproduzida em igrejas frequentadas pelos brancos era justamente uma maior animação por parte dos fiéis, com músicas bastante animadas acompanhadas de um sax, palmas entusiasmadas e respostas de um coro ao que o vocal, muitas vezes o pastor, apelava. Essa característica foi transportada para o soul, combinando-se com movimentações corporais características do R&B, criando uma marca registrada do soul. Dois dos músicos de soul que mais ajudaram a propagar esses trejeitos característicos do gênero foram James BrownJames Brown e Ray CharlesRay Charles.

O início da popularização do soul por Ray Charles

O termo “soul” era particularmente usado pela comunidade afro-americana para denotar orgulho de algo que partia de suas raízes. Vários grupos da black gospel music dos anos 1950 levavam o termo no nome dos seus conjuntos. A base de dados sobre música AllMusicAllMusic explica o soul como resultado da popularização urbana e comercialização do R&B e do gospel jazz.

Ray Charles

Um dos artistas que mais contribuiu para a popularização e mescla desses dois gêneros foi Ray Charles já na década de 1950, partido de canções como “I got a woman”, lançada em 1954. Ray Charles possuía um estilo de cantar bastante único, a partir de influências recebidas por vocalistas como Jesse Whitaker, e a partir desse estilo influenciou músicos posteriores e contemporâneos dele próprio que foram responsáveis pela massificação da soul music, resultante da fusão dos três gêneros musicais já citados, entre eles, aquele que foi conhecido como o padrinho da soul music, James Brown.

As ramificações da soul music

Como é natural de todo gênero musical que se populariza, a soul music também recebeu várias ramificações ao longo do tempo, chegando inclusive a gerar um subgênero chamado “white soul”. Confira abaixo um breve comentário sobre alguns subgêneros do soul mais importantes.

Soul psicodélico

O movimento hippie e o movimento negro andavam lado a lado, se fundindo em determinado período dos anos 1970, dando origem ao soul psicodélico, que misturava o soul com o rock tocado por alguns grupos daquele período.

Soul britânico

Durante a invasão britânica dos anos 1960 (os Beatles são o maior exemplo dela), uma mescla entre a cultura americana e a britânica começou a se popularizar em todas as vertentes artísticas, não sendo diferente com o soul, que recebeu uma versão britânica.

Soul branco

O soul branco foi uma vertente do soul bastante influenciada pelo R&B e rockabilly (ritmos semelhantes ao rock cantado por Elvis Presley), surgindo de uma maneira mais comercial de início e transformado por artistas como a notória Amy Winehouse. É importante dizer que o soul branco não possuía uma intensão direta de rivalizar com o movimento negro.

Soul Brasileiro

Sim, o soul chegou em terras brasileiras ainda nos anos 1960. Por também influência de cantores negros brasileiros que foram contagiados pelo ritmo norte americano, como Jorge Ben Jor, que gravou sucessos como “agora ainguém mais chora” e “negro é lindo”, e Wilson Simonal com seu estrondoso sucesso “país tropical” e tantas outras músicas como “tributo a Martin Luther King”.

Wilson Simonal, representante do soul brasileiro

Mais tarde, nos anos 1970, o soul brasileiro recebeu um gigante reforço com o início da carreira solo do Tim Maia, que tinha morado nos Estados Unidos e recebeu bastante influência da cultura afro-americana.

O que achou de conhecer mais a soul music?

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre esse ritmo tão apaixonante. Aproveite para dar uma olhada em outro texto sobre a black music, você gosta de blues?

Igor Gomes: Redator, social media, negro com índio. Contato (84) 9 9651-6451

Ver comentários (0)

Posts relacionados
Deixe seu comentário!

This website uses cookies.