Queda de cabelo no pós-parto: como reverter esse quadro?

523

O nascimento de um filho é um momento de celebração na vida de muitas mulheres. Contudo, existe um ponto negativo em meio a esse processo: a queda de cabelo no pós-parto.

O problema é recorrente e gera muitas queixas, porém ele tem tratamento e a mulher consegue ver resultados depois de pouco tempo. Sendo assim, continue aqui no post para entender melhor porque esse distúrbio ocorre e como combatê-lo.

Um dos primeiros quadros da queda de cabelo é o excesso de fios no pente ao ser utilizado!

Queda de cabelo no pós-parto: as causas do problema

A gravidez gera muitas mudanças hormonais, em especial com o aumento da progesterona e do estrogênio. Esses hormônios geram benefícios à saúde dos fios, o que resulta em cabelos mais fortes e brilhantes. Contudo, depois do momento do parto, ocorre um desequilíbrio químico que gera a queda.

Desse modo, a questão hormonal é a principal vilã da saúde capilar no pós-parto, porém ela não é a única. Mulheres que passam por uma cesárea ficam mais fragilizadas decorrentes da cirurgia e dos remédios usados durante o procedimento, o que também pode acarretar o caimento dos fios.

Além disso, depressão pós-parto, problemas na tireoide e anemia são outras possíveis causas da queda capilar.

Queda de cabelo no pós-parto: quando o problema aparece

Seu cabelo não vai começar a cair logo depois do nascimento do bebê. Na verdade, de acordo com dermatologistas, o problema aparece a partir do terceiro mês depois do parto e pode atingir mulheres de todas as idades.

Esse intervalo é o período no qual o fio entra na fase telógena, ou seja, aquela na qual o fio para de crescer e prepara-se para o processo de queda. E isso dura cerca de 100 dias.

Queda de cabelo no pós-parto: revertendo o problema

De forma geral, a queda tende a diminuir normalmente, e o cabelo volta para seu estado natural a partir do nono mês depois do parto. Afinal, esse é um processo temporário chamado de eflúvio telógeno.

Contudo, quem sofre de maneira intensa com o problema, muitas vezes chegando a ficar com falhas no couro cabeludo, pode e deve fazer tratamentos para resolver o problema. A seguir, listamos cada um deles.

1. Reposição de ferro

Quem desenvolve a queda de cabelo no pós-parto por conta de anemia precisa fazer a reposição do ferro perdido. Isso pode ser feito por meio de suplementação ou com uma dieta específica, rica em feijão preto, brócolis, soja, cereais etc.

Em qualquer uma das situações, é importante consultar um médico ou nutricionista.

2. Estimulação hormonal

A estimulação hormonal visa controlar o desequilíbrio enfrentado pelo corpo e, assim, regular a queda capilar que está ocorrendo de forma excessiva. Para realizar esse procedimento também é importante consultar um médico.

3. Medicação tópica

Remédios anti-inflamatórios ou que estimulam o folículo piloso podem ser utilizados diretamente na raiz dos fios. Assim, eles agem de maneira tópica, aumentando a resistência do cabelo.

4. Tratamentos estéticos

Tratamentos feitos com laser de baixa potência, fototerapia com LED, carboxiterapia, técnicas com micro agulhas e outras similares são opções para quem quer reduzir a inflamação do couro cabeludo. Elas são de baixo nível invasivo e geram resultados satisfatórios no combate à queda capilar.

Para saber qual o melhor procedimento para você, é necessário consultar um dermatologista.

5. Cuidados básicos

Além dos tratamentos específicos, uma ótima forma de combater a queda de cabelo no pós-parto é cuidando de seus fios. Por isso, evite o uso de secador em altas temperaturas, fuja da chapinha e opte por penteados mais soltos, que não exijam grande tração da fibra capilar.

Bem, você já sabe o que causa e como tratar a queda de cabelo no período pós-gestacional. Por isso, não precisa entrar em desespero diante desse problema, afinal existem diversas formas de resolvê-lo e de deixar seus cabelos fortes e bonitos novamente.

Agora, que tal compartilhar este artigo com suas amigas ou familiares? Assim, você pode ajudá-las a aproveitar melhor cada etapa da gravidez e do período pós-parto. Até o próximo post!